Citações, Música, Fotografia, Desabafos, Notícias & Opiniões de uma Lusitana em Terras da Germânia

Dienstag, April 25, 2006

25 de Abril

Fotografia: Micas - Março 06


"Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo"
"Sophia de Mello Breyner Andresen in O Nome das Coisas"
Comments:

12 Comments:

  • At 6:39 nachm., Blogger Nuno Guronsan said…

    Bonita fotografia e bonita escolha de palavras, para um dia especial...

    Beijokas e bom feriado!

     
  • At 9:22 nachm., Blogger AmigaTeatro said…

    Micas, beijo**

     
  • At 11:22 nachm., Blogger Parrot said…

    Micas,

    Um bom resto de dia.
    A liberdade são conquistas diárias.

    Beijo

     
  • At 1:59 vorm., Blogger Dark Side said…

    As palavras em preto no fundo preto à espera de serem descobertas pelos mais curiosos.
    Uma boa semana!

     
  • At 3:20 nachm., Anonymous zaratrusta said…

    realise o sonho

     
  • At 4:11 nachm., Blogger Aragana said…

    Vejo o texto todo a piscar e nao consigo ler... é mesmo assim ou é o meu browser?
    Bolas.

     
  • At 4:18 nachm., Blogger Nilson Barcelli said…

    E nada ficou como dantes.
    E ainda bem.
    Beijos querida amiga.

     
  • At 10:55 nachm., Blogger Adryka said…

    Muita desilusão minha querida amiga, mesmo muita desilusão que tem sido. Tudo mudou de nome mas no final continuamos mal como sempre. Beijinhos para ti.

     
  • At 2:24 nachm., Blogger PP said…

    Tinha 8 anos, quando se deu o 25 de Abril em Portugal. Tão pequena que era e lembro-me de levar tudo aquilo muito a sério. Tão a sério que, depois, desde os 13 anos me tornei num jovem "animal político"; fiz parte de uma juventude partidária até aos 18 anos.
    Hoje, não partilho da opinião generalizada de que em Portugal, tudo está mal, que estamos na mesma, que há crise.
    Não estamos na mesma, definitivamente. Há 32 anos que em Portugal se pode falar à vontade, que se pode questionar o poder político, que se pode fazer manifestações. Pode-se fazer tanta coisa, agora. Até disparates!
    Acho que não damos valor à liberdade que temos, mesmo a essa libertade tola de fazer disparates políticos! Antes de 74, nem a boca se podia abrir! Mais que duas pessoas juntas eram uma manifestação, uma espécie de conspiração política!! Dava direito a prisão imediata, a ter em cima de nós a polícia política! A ser interrogados e torturados!
    Não, não estamos na mesma. Estamos diferentes.
    E é bom lembrar que os políticos que estão no poder, foram os Portugueses que elegeram; o Presidente da República foi também eleito pelos Portugueses.

    E... afinal... queixamo-nos de quê, se vivemos num país onde podemos escolher? Podemos escolher. Antes do 25 de Abril, não podíamos.
    É pena que nós, os Portugueses tenhamos, de facto, a memória curta e a gratidão escondida. Porque temos um país lindo, com um povo maravilhoso. Queixamo-nos demais e fazemos de menos.
    Hoje, corrijo a expressão: não sou um animal político, mas gosto do direito que ganhámos à cidadania, gosto de ser uma cidadã, activa, dinâmica e queixo-me, quando acho que devo, às entidades competentes. Queixar, só por queixar, não o faço. Ajo. Isto foi o que o 25 de Abril de 74, em Portugal mudou em mim.

    Beijinhos, Maria :o)

     
  • At 6:34 nachm., Blogger Daniel Aladiah said…

    Querida Micas
    Tenho boas recordações desse tempo.
    Um beijo
    Daniel

     
  • At 3:44 nachm., Blogger Manel do Montado said…

    Valeu a pena? Claro que sim!Mas os políticos portugueses não merecem o povo que têm.
    Beijo

     
  • At 12:55 vorm., Blogger Lori Witzel said…

    Micas, please forgive my lack of language skills...while I can't understand the verbage in your post I sure can understand the powerful beauty in the image.

    Thanks for coming to visit my blog, and I hope you'll come back when you can!

     

Kommentar veröffentlichen

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer