Citações, Música, Fotografia, Desabafos, Notícias & Opiniões de uma Lusitana em Terras da Germânia

Mittwoch, September 28, 2005

Frágil

(Fotografia: Micas - Maximilian Park Set/05)

Memórias de momentos doces atravessam a retina como um filme em câmara lenta.
Resta apenas a ilusão de nos julgarmos donos de tudo o que faz parte de nós; donos dos instantes, das coisas e até donos de quem amamos.
De repente, a realidade entra em casa sem bater e só aí nos apercebemos das partidas de mau gosto que a vida tem para nos pregar.
Há fases, em que rebuscamos nos cantos mais recônditos da alma, a força que nos move, e quanto mais desesperamente a tentamos alcançar, mais ela se distancia disfarçada numa qualquer sombra fugidia.
Sobra a fragilidade.
O querer insconciente do voltar à posição fetal, hermética, dentro da concha inicial.
Suspensa, agarro[me] nos dias de um verão tardio que se despede lentamente.
Perdida nas cores de um Outono que chega devagarinho e nostálgico, tentando alcançar a réstea de Luz que teima em fugir.
Assim. Frágil. (...)


Comments:

23 Comments:

  • At 10:12 vorm., Blogger Estrela do mar said…

    ...querida Micas...agora percebo o teu comentário deixado lá na Clave...a vida realmente ofererce-nos tanta coisa, que desejaríamos não ter...imagino como te deves sentir, embora nunca tenha passado por isso...mas ninguém é dono de ninguém, nem mesmo de si próprio...e a vida continua, uns dias melhores que outros...e tu vais conseguir dar a volta, tenho a certeza...se precisares de alguma coisa, estás à vontade, o meu mail aparece no meu blog e se quiseres podemos falar um bocadinho pelo msn, embora eu não tenha lá ido ultimamente...mas se precisares, até era um prazer falar contigo...agora não te deixes ir abaixo...

    Beijinhos e um grande abraço bem apertado com carinho.

     
  • At 10:41 vorm., Blogger Micas said…

    Estrelinha, obrigada pelo carinho. O que se passa no momento deve-se ao facto de ter uma pessoa que amo muito presa numa cama de hospital, uma pessoa a quem em parte devo aquilo que hoje sou, o meu pai. Talvez por estar longe a ansiedade fale mais alto, mas quero acreditar que ele vai vencer.
    Beijo grande amiga.

     
  • At 1:09 nachm., Blogger Rui said…

    Muito bonito. Espero que tudo corra pelo melhor.

     
  • At 4:04 nachm., Blogger Blue C. said…

    Linda, há muito que não venho aqui. Vais perceber porquê no meu Mar. Sobre as fragilidades... eu estou a aceitar o que a Vida me dá. O que vier vai ser o melhor para mim. Quando resisto, qdo vou contra o que o Universo me oferece... aí, sim. Cai-me tudo em cima. Por isso, deixo fluir. E recebo. Mesmo as dificuldades são oportunidades de crescimento. beijinho doce

     
  • At 9:18 nachm., Blogger zicacabral said…

    e linda a tua foto mas denoto que qualquer coisa ma te aconteceu. Vais ter que encontrar forcas em ti propria mas nao te esquecas nunca dos teus amigos. E da corrente de solidariedade que nos vem as forcas tb e sao muitas vezes os amigos que nos amparam. Nao sei o que te aconteceu mas a vida a mim tb me fez passar momentos muito maus. Quando e se quizeres falar tens aqui um par de ouvidos com coracao para te ouvir.
    Nao hesites.
    um beijinho Zica

     
  • At 3:28 vorm., Blogger Nic said…

    as melhoras rapidas para o teu pai!
    mas por favor nao te esquecas e vai aceitando que nada dura para sempre nestas nossas curtas existencias.

     
  • At 11:08 vorm., Blogger Geosapiens said…

    ...caríssima...gostei do teu Blog...um misto de vivência alemã...boa integração e compreensão mútua da sociedade onde vives...e gostei...da generalidade dos post que têm um misto bem equilibrado entre o intimismo e o politico...um beijo...

     
  • At 4:42 nachm., Blogger Pecola said…

    Ai.. agora apeteciam.me tanto uns passeios de verão.. :)

     
  • At 11:08 nachm., Blogger Carlos Barros said…

    gosto do cheiro do Outono do arrepiar...de espinha...e do cheiro a castanhas assadas.
    beijo

     
  • At 12:51 vorm., Anonymous Friedrich said…

    Gosto de todas as estações do ano, são as mudanças que nos dão a possibilidade de pensarmos em mudar-mos também com elas. Seremos sempre seres maleáveis às mudanças, adaptamo-nos bem às temperaturas... Somos todos seres maravilhosos, uns mais do que outros. E eu voltarei com novas mudanças contadas frias e calorosas, desnudadas e encapuçadas com todas as nossas melhores mudanças...

     
  • At 12:52 vorm., Anonymous Friedrich said…

    Um grande beijo com sabor a orvalho de Outono

     
  • At 1:16 vorm., Blogger Natalie Afonseca said…

    É assim por aqui andamos...pensando sermos donos de tudo e esquecendo, por vezes, da nossa fragilidade e dos que nos rodeiam!!!

    "Frágil
    Esta noite estou tão frágil
    Frágil
    Já nem consigo ser ágil..."
    (Jorge Palma)

    Beijnhos

     
  • At 1:16 vorm., Blogger Natalie Afonseca said…

    Der Kommentar wurde von einem Blog-Administrator entfernt.

     
  • At 7:22 vorm., Blogger PP said…

    Bom dia Micas. Não tenho prestado muita atenção à blogosfera, mas agora já posso voltar a dar a atenção que quero a todos os blogs que gosto. [O teu é um deles].
    Ao chegar aqui vejo este texto sobre a fragilidade e gosto da maneira como a descreves. Admiro em ti essa capacidade de demonstrar a tua própria fragilidade, em relação a ti e aos que amas.
    Num comentário acima dizes que queres acreditar que o teu pai vai vencer... Pois, eu acredito que ele vai vencer. Acredito porque sei que ele merece... E tu também mereces. Ele merece vencer, entre outros, pelo simples facto de ter uma filha como tu. E tu mereces, também entre outros, pelo amor que demonstras ter por ele.

    Estou aqui a dar-vos força, à distância, é certo, mas não menos forte por isso. Se precisares de conversar, é só apitares. :o)

    Beijo para ti e grandes melhoras para o teu pai.

    P.S. 1 - Tens uma filha espectacular, giríssima. :o)
    P.S. 2 - Não encontro aqui no blog o teu endereço de e-mail [talvez esteja a ver mal... hi hi], se puderes enviar-me um e-mail ou dizer-me qual é o teu endereço, agradecia. Quero responder à pergunta que me deixaste, em privado.. ;o)

     
  • At 5:41 nachm., Blogger Estrela do mar said…

    Der Kommentar wurde von einem Blog-Administrator entfernt.

     
  • At 5:45 nachm., Blogger Estrela do mar said…

    ...Micas agora entendo-te...eu também não ando nada bem, mas depois de ler o teu comentário vim aqui deixar um pouco da força que ainda tenho...e dizer-te que mesmo estando longe, tu estás no coração dele, e ele no teu...nunca se vão separar...nunca...e mesmo ele estando doente, ele sabe que tu sofres...mas que vais ser forte para enfrentar esta batalha...e juntos ainda vão viver momentos sem doença, ou pelo menos com ele bem melhorzinho...

    Tem muita força querida...e acredita que ele ainda vai melhorar. Nunca desistas de acreditar. Eu acreditei até quase à um mês.

    Beijinhos Micas e um abraço bem apertadinho cheio de carinho, e não te deixes ir abaixo, não te esqueças que és muito importante para ele.

     
  • At 4:21 nachm., Blogger Freddy said…

    Como canta o Sting...

    Beijinho grande da Zona Franca

     
  • At 12:30 vorm., Blogger Å®t_Øf_£övë said…

    Micas,
    Desejo-te melhores dias, e as melhoras para o teu pai.
    Neste momento aquilo que ele precisa menos da tua parte é de fragilidade e nostalgia.
    Eu sei que é facil falar, mas é dificil pôr em pratica.
    Mas pensa nele e vais ver que isso te vai dar forças e coragem para levantares a cabeça, e o apoiares com todas as tuas forças e energias.
    Bom domingo.
    Bjs.

     
  • At 12:28 nachm., Blogger Daniel Aladiah said…

    Querida Micas
    Bonito e triste... que esta fase passe depressa e possas voltar a sorrir, feliz com os teus...
    Um beijo
    Daniel

     
  • At 1:38 nachm., Blogger Inês said…

    A fotografia está muito gira!
    Beijinhos****

     
  • At 3:57 nachm., Blogger mfc said…

    Só passei para dar um abraço... mais um!

     
  • At 4:27 nachm., Blogger Malae said…

    Cara amiga! Como te percebo! como procuro nesse baú das recordações os momentos de felicidade que me permitam andar em frente... e como tenho medo de os retirar de lá para que não se partam, nem se percam! Por vezes, custa seguir o caminho. A cor é demasiado escura para que as estrelas brilhem! mas tem que ser feito. amanha nascerá um sol mais intenso que aquecerá os sonhos e a vontade de seguir.

    Espero que tudo se recomponha rápido. Tão rápido quanto mereces. Olha pela janela... a natureza espera pela tua força.

    Um beijinho do tamanho do mundo. Malae***********

     
  • At 4:52 nachm., Blogger Manoel Carlos said…

    Que as lembranças, imorredouras, de bons momentos sirvam de alento para o enfrentamento dos problemas, por maiores que sejam, pois a vida também é feita de dor; e nela, por vezes, purgamos e nos revitalizamos, afinal, somos a ponte entre o passado e o futuro, mesmo em momentos de crises, jamais esqueçamo-nos disto.

     

Kommentar veröffentlichen

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer