Citações, Música, Fotografia, Desabafos, Notícias & Opiniões de uma Lusitana em Terras da Germânia

Donnerstag, Juni 16, 2005

U2 em Missão Política

(Schalke Arena 12-06-05)
Unos dos tres catorce!...Hello, hello - Holla I’am at a place called Vertigo...
não, puro engano eram 60.000 e estavamos na Arena do Schalke no passado Domingo dia 12 em Gelsenkirchen.
Um dos mais aguardados concertos deste ano veio aquecer esta Primavera fria e chuvosa.


Os apreciadores desta banda Irlandesa, que actuou pela primeira vez em Portugal no Festival de Vilar de Mouros em 82, começaram a chegar cedo ao local. Pelo ambiente que se vivia cá fora poder-se-ia adivinhar logo à partida que o concerto prometia. Para além de alemão, ouviam-se linguas de vários países, holandês, inglês, italiano, espanhol, polaco, português..., algumas bandeiras irlandesas pelas costas...no fundo todos falavamos a mesma “lingua”, sentia-se no ar uma certa cumplicidade por parte de quem ali chegava.

(O Palco)

Às seis da tarde os “The Thrills” abriram a primeira parte do concerto. Uma banda recente vinda de Dublin. A audiência a este grupo não foi das maiores nem das melhores, já que ainda era muito cedo e a maioria das pessoas entrava para voltar a sair e a concentrar-se à volta dos bares improvisados que havia no exterior do recinto. Por volta das sete horas entravam em palco os “Feeder” estes já com um peso considerável internacionalmente. Originários do sul de Wales, esta banda nos últimos 3 anos gravou 2 dos albuns de maior sucesso no Reino Unido. O seu último album "Pushing the Senses" esteve cerca de 30 semanas em 2º lugar da Bristish chart no ínicio deste ano. Um bom aquecimento...


... para a entrada vertiginosa dos quatro Irlandeses em palco por volta das vinte e quarenta e cinco da noite. Nessa altura com a Arena completamente cheia o momento foi indescritível.


Entraram logo a todo o gás com Vertigo, o jogo de luzes qualquer coisa de espectacular. Depois e durante todo o concerto, para além da música a mensagem política sempre presente.


Bono mencionou o encontro dos G8 e o cancelamento da dívida aos países africanos mais pobres do mundo. Utiliza a popularidade que já alcançou para ajudar Africa, chegou mesmo a solicitar a intervenção de todos na ajuda a esses países tendo dado várias pistas de como o fazer.


Bono falou sempre com o público como que fazendo uma introdução de cada música, passando a mensagem, deixando dúvidas no ar, apelando à reflexão e incentivando à mudança.


Foram momentos que deram um tom bastante intimista, onde o público ficava completamente em silêncio e onde apenas se ouvia a música em fundo e a voz do cantor.


Para a música Sunday Bloody Sunday Bono usou na cabeça uma faixa branca com todos os simbolos das religiões de Abraão não sem antes os ter explicado.
“I’d like to dedicate this next song to a great Irishwoman who is here tonight“ disse, enquanto se começava a ouvir a música Running To Stand Still, essa Irlandesa era Mary Robinson, uma das mulheres que mais lutou e que continua a lutar pelos Direitos Humanos em todo o mundo, e pela ajuda internacional a Africa, “uma mulher incansável e extraordinária”, acrescentou. A canção terminou com a leitura da Declaração dos Direitos Humanos feita pela própria Mary Robinson em gravação, ao mesmo tempo que estes passavam em cartaz gigante a todo o correr do palco o que culminou numa ovação total da audiência.
Pelo meio houve ainda tempo para alguns dos clássicos mais conhecidos e até para algumas surpresas, fazendo com que as duas horas e meia de actuação tivessem sabido a muito pouco.


Para os que tem bilhetes fica aqui apenas um pequeno aroma daquilo que terão a oportunidade de saborear no próximo dia catorze de Agosto em Alvalade! Enjoy it!!
Comments:

18 Comments:

  • At 1:11 vorm., Blogger UnaRagazza said…

    Txiiii...
    Grandioso!

     
  • At 4:42 vorm., Blogger Nic said…

    Uau, sortuda!
    os malandros nao se dignam de vir 'a Asia...
    falam, falam, mas tiram os butes do ocidente :o(

     
  • At 9:11 vorm., Blogger Snowgaze said…

    Bela descrição. Fiquei com vontade de ter lá estado.

     
  • At 2:06 vorm., Anonymous Taliesin said…

    Nossa deve ter sido um showzão mesmo, pena estar tão longe para ver buaaa
    Beijos

     
  • At 9:14 vorm., Blogger Adryka said…

    Querida Micas, como te invejo...e tu lá já percebi pela descrição minuciosa...mas que sorte :)
    Beijinhos amiga

     
  • At 1:39 nachm., Blogger musalia said…

    e todos aqui, esperamos por esse concerto! de facto é um grupo que tem altos ideais humanitários. está sempre presente!!

    beijos, Micas :)

     
  • At 12:52 vorm., Blogger Daniel Aladiah said…

    Querida Micas
    Grande reportagem! Obrigado pela visita.
    Um beijo
    Daniel

     
  • At 3:27 nachm., Blogger Pedro Farinha said…

    Vim cá espreitar a tua casa e dei logo de caras com os U2. Uau !

     
  • At 3:38 nachm., Blogger Pedro Farinha said…

    P.S. Aproveitei e já linkei ;-)

     
  • At 4:46 nachm., Blogger Å®t_Øf_£övë said…

    Micas,
    Infelizmente não tenho bilhete para ver esse magnifico espectáculo em Alvalade,mas como enquanto há vida há esperança....nunca se sabe.
    Desejo-te um bom fds.
    Bjs.

     
  • At 9:06 nachm., Anonymous Espectro #999 said…

    Só para comunicar que apesar de estar de férias, vim aqui deitar um olho.

    Beijocas e inté. Adoro U2.

     
  • At 5:12 vorm., Blogger FataMorgana said…

    Micas, podias escrever uns textos assim para certos jornais! Quantas vezes queremos saber como realmente decorreu um concerto e só conseguimos ficar a par do que o repórter que o "cobriu" achou... :)
    Beijinhos e bom fim-de-semana, Micas.

     
  • At 7:29 vorm., Blogger Nana said…

    Maravilhosa a tua descrição, minha amiga.
    U2 é uma banda fantástica, que se mantém no topo há décadas sem perder a qualidade, feito louvável!
    E Bono Vox, nossa... Esse aí nem precisava cantar para ser conhecido e reconhecido por todo o mundo.
    Pessoa extraordinária, "militante" da paz, merece todo nosso respeito e um pouco mais.
    Feliz és tu, de poder apreciar tão belo espetáculo.
    Beijo carinhoso e repleto de saudades.

     
  • At 9:34 nachm., Anonymous Friedrich said…

    Pelo que dá para perceber és uma fã dos U2, também gosto, embora a ultima vez que os vi foi em 98, com pena minha, não ser mais vezes, além de ser dificil de arranjar bilhetes, e por não ter pachorra para filas de espera...Por isso contento-me com o som deles!

    Beijos U2's

     
  • At 10:17 nachm., Blogger Karlos Alberto said…

    Sobre a reportagem nada direi ...(inveja) !

    Ficou-me porém o título e a lembrança de que Bono a exemplo de Bob Geldof fazem a sua parte em lutas para as quais todos estamos convocados, e apenas alguns (poucos) já responderam ...

     
  • At 11:56 nachm., Blogger Laranjinha said…

    Espectacular...
    Quem me dera ter a mesma oportunidade de ir e ou estar num concerto deles.
    Deve ser mais do que fantástico... =)

     
  • At 12:03 vorm., Blogger BlueShell said…

    Um beijo do fundo do coração.
    Muito obrigada por estares desse lado. BShell

     
  • At 12:17 vorm., Blogger Xein said…

    Vi-os todas as vezes que estiveram por cá... Tirando no ano em que nasi :P

    Nesta tourne, vou mesmo ter que esperar por dia 14 de Agosto... Agora com mais água na boca!!!!


    Sente-te...


    (Tens aqui uma bela casa....)

     

Kommentar veröffentlichen

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer