Citações, Música, Fotografia, Desabafos, Notícias & Opiniões de uma Lusitana em Terras da Germânia

Samstag, November 20, 2004

Endlich Schnee!


A manhã nasceu alva e bela.

A neve, que cai intensamente lá fora, provoca arrepios na pele, que contrastam com o aconchego do lar.

A primeira de muitas neves chegou, e com ela diviso já, os longos passeios pela floresta onde tudo adquire uma beleza impar, ouvindo o silêncio, sim ouvindo o silêncio...
Desfrutando a luz que é única, no fim de cada nevão.
Sorrindo com a alegria dos pequenos que brincam em trenós, e que nos fazem soltar a criança que trazemos dentro do peito.
Sentir o frio seco, penetrante, para depois dar valor ao prazer de uma chávena de café fumegante e aromático.

Coisas simples, pequenos prazeres de inverno, mas que tanto me aquecem a alma.
Comments:

4 Comments:

  • At 12:35 nachm., Blogger litle lucy said…

    O frio que queima a palma das mãos, onde havia guardado o que sentia.. agora nada resta.. apenas.. o frio:)
    Beijo Rose***

     
  • At 11:50 nachm., Blogger mfc said…

    Aqui não temos essa luz depois do nevão, mas temos aquela luz límpida depois de ter chovido...
    Linda.

     
  • At 3:20 nachm., Blogger Filipa said…

    Tens sorte, vives num sítio lindo. :) Assim não sentes tanta saudade do sítio lindo de onde saíste! :) Beijo

     
  • At 9:05 nachm., Blogger Mar said…

    É espantoso como os elementos, quanto mais agrestes mais nos fazem sentir vivos ;-) Bonito Micas!

     

Kommentar veröffentlichen

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer