Citações, Música, Fotografia, Desabafos, Notícias & Opiniões de uma Lusitana em Terras da Germânia

Dienstag, Mai 18, 2004

Ir a Londres casar com Árabes

Li ontem, uma noticia num jornal nacional, que me chocou, embora não tivesse ficado surpreendida.
Uma jovem, saída de Portugal, foi para terras de Sua Majestade, á procura de uma vida melhor. Até aqui, nada de novo, Portugal é cada vez mais, um território, que pouco ou nada tem, em questões de motivação, que leve os jovens a permanecer no seu país. Um futuro melhor, é coisa que ainda não se vislumbra no horizonte.
Essa jovem, foi assassinada, simplesmente por se opor, a que a sua irmã, tivesse um futuro ainda pior, do que na sua terra Natal. Um Árabe, que simplesmente não aceitou o facto de ser rejeitado, e por conseguinte, não ter conseguido obter, a sua permanência legal no espaço dos países comunitários.
A mesma noticia, fazia referência, a mulheres Portuguesas, que iriam a Londres, casar com Árabes, apenas por dinheiro. Um contrato (se é que se pode chamar contrato), em que a mulher Portuguesa recebia 2500€, comprando assim o Árabe, a cidadania Portuguesa, e a livre circulação no espaço Schengen, legalmente, note-se!
Fala-se já, em redes organizadas, de aliciamento de mulheres Portuguesas, a fazerem esses casamentos fictícios em Londres.
A minha questão é; o que leva estas mulheres, livres, a cometerem um acto destes? Serão os míseros 2500€???
Será que Portugal, está tão mal, que leva as pessoas a tomarem atitudes desesperadas, como esta, para conseguirem um pouco mais de dinheiro???
Até que ponto, a politica e economia portuguesas são culpadas??? Ou será, que são apenas os valores morais, que deixaram de ter qualquer significado, na vida das pessoas???




Comments:

3 Comments:

  • At 6:04 nachm., Anonymous Anonym said…

    Cara Eleitora,
    As pessoas sempre se venderam. É assim o mundo, e sempre o foi. O preocupante é quando se vendem por tão pouco. 2500? é a fortuna de uma vida para uma cubana, mas não para uuma portuguesa. Assim este caso parece-me ser a consequencia lógica de quem quis o caminho fácil e encontro-o ainda mais difícil. Se a promessa fossem 250mil euros, percebia-se que a rapariga fora levada ao enganos, mas por este valor, foi a rapariga que se quis enganar. Parece...
    Parece um caso do barato sai caro.
    Atenciosamente
    Primeiro Ministro
    www.primeiroministro.blogspot.com

     
  • At 6:54 nachm., Blogger Alexandre said…

    a vida custa a todos... :)

     
  • At 8:08 nachm., Anonymous Anonym said…

    Olá Micas
    Ingenuidade e cegueira pelo dinheiro.
    Os maiores sucessos para o teu blog.
    Beijinho.
    (Nilson do nimbypolis.blogspot.com)

     

Kommentar veröffentlichen

<< Home


referer referrer referers referrers http_referer